Pular para o conteúdo principal

Deus e a sua infinita misericórdia

Agora que terminaram as aulas na universidade, posso me dedicar mais ao blog, por isso mensagem novinha... rs...

Nesses útimos dias eu tenho experimentado a misericórdia e o amor de Deus. E Ele é tão maravilhoso, que nos consola nos nossos momentos de mais "erros", afinal é nosso Pai e nunca nos abandona.Aleluia
Desde o dia em que Senhor recolheu a minha mãe, depois de um longo e doloroso tratamento contra um cancêr, eu aprendi o que é misericórdia, amor, compaixão e zelo, sobre mim e meus irmãos apesar das nossas brigas.
Pois, Deus ama e o Espírito Santo consola e a Misericórdia é um apoio (e com ele vem a Graça de Deus) que não deixa a gente esquecer de todas essas outras coisas.
Embora meus irmãos não sejam convertidos ainda, creiam que eles percebam isso, mas só não entendem o que é.
Já prestou atenção como nada te falta, o básico você sempre tem e na emergência é suprido pelo próprio Pai e que na hora do socorro é Jesus, que vem correndo?
Só consegue ver quem para tudo, ou quem tem tudo parado como foi o meu caso...
E que Deus não precise tirar coisas importantes de você, pra que possa entender e aprender, porque não é muito suave.É mais ou menos como uma surra de repente, com um anestésico permanente. Acho essa uma boa definição, para esse fato da minha vida.
A MISERICÓRDIA E A GRAÇA ME SEGUEM E TE SEGUEM, E ASSIM SERÁ ATÉ O FIM, ATÉ QUE JESUS VOLTE!
Mas pra isso acontecer, teve que sair algo importante para que o Mais importante tomasse lugar, assim como Jesus foi e deixou o Consolador, a minha mãe foi para que Ele pudesse ficar completamente, sem interferência alguma.
E você? Reflita, sobre a sua vida e os seus conceitos, sua maneira de pensar e tratar as pessoas à sua volta.
Boa semana, fique na Paz!

Comentários

Gabriela disse…
Olá ja estou seguindo seu blog muito bom que Deus continue abençoando voce e sua familia. abraços
Fique na paz
http://blogandodemadrugada.blogspot.com/

Postagens mais visitadas deste blog

Poema pra Deus me Ler

Esquadrinhas tudo em mim, tudo sabes da existência
Nada passa despercebido aos Teus Olhos. Nada.
E eu ser tão pequeno clamo mais uma vez sua atenção.

Eu faço de mim mesmo texto para que leia e corrija
Corrija-me com fogo puro e o Sangue mais Vermelho
Endireite essas minhas tortas linhas tão descompassadas.

Torna-me mais alvo como a neve das folhas do Livro da Vida
Faz-me livre e leve pelo caminho da Santidade
A visão da Tua glória e a presença tudo ao redor avivam.

As pessoas correm, encurtam os dias, somem os minutos
Não tem mais utilidade um relógio porque o Fim arrasta
Como um poema novo na placa de Vidro, impressiona a Eternidade.

Novamente Esperança

Na minha angústia clamei ao Deus de todo o Céu pra me socorrer
E Ele como pai amoroso resgatou-me com forte mão e respirei
Pude contemplar a glória e com gratidão dar-lhe um cântico novo.

Meu coração novamente foi cheio de Esperança por um novo dia
Eu voltei a sonhar os sonhos que em mim Ele mesmo plantou
Que a Tua glória encha toda a Terra assim como as águas cobrem o mar

E que ninguém se vá deste mundo sem conhecer a Face do Senhor
Faz de mim ó Deus instrumento da vossa paz e proclamador da Salvação
Dentro e fora de tempo bendirei tuas maravilhas e exaltarei seu Nome.




Sobre a Páscoa: Ele não está morto. Ele ressuscitou!

Desde que a pedra do sepulcro foi rolada, todos viram que o corpo já não estava lá. Ele foi a partir desde dia o cumprimento da vontade do Pai, que nos queria religados a sua Presença novamente. Como é possível tal ato? Se fez carne literalmente pra sofrer o que sofremos nesta Terra e sentiu TODA a nossa angustia, dor, desprezo, tentações, aflições...

Me pego pensando que foi muito além da Cruz, foi um amor desmedido, um amor sem limites,um amor de puro sangue que nos deu a cura dos pecados e de água do Espírito, que permitiu conhecer a Deus no mais profundo da Verdade e em Verdade.

E mesmo lançando sorte com sua túnica, zombando da sua tão divina majestade com uma dolorida coroa de espinhos ele resistiu até o fim, consumando tudo com o último brado mais profundo diante de todos e dos Céus.

Nós somos aquele ladrão que estava ao seu lado reconhecendo que nEle não havia crime, nem delito pra estar ali, mas estava levando a nossa culpa. E ainda lhe dizemos: lembra-te de nós quando e…