Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2015

Capítulo do Fim

Acaba-se mais um dia tão corrido que nem se percebe o cair das folhas
Os relógios desregulados nós lembram que os sinais são cada vez maiores
Os pássaros sobrevoam as casas todas iguais, com vidas nada diferentes.


Os jornais publicam loucuras que esfarelam na primeira ventania
Rumores de guerras, fome e os sonhos ao relento anseiam por abrigo
Nas calçadas, nas ruas pés caminham sem direção certa indo pro nada.


Os trombeteiros valentes anunciam a Novidade como ato exclusivo que virá do Céu
Lápis e papel não são necessários, porque o capítulo do fim desde o inicio está traçado
Corações com outros altares, tudo está desfigurado não há como rolar as pedras...

Mensagem: Jesus, nossa verdadeira Paz.

Deixo para vocês uma reflexão: Jesus, nossa verdadeira Paz.

 Que o nosso maior porto seguro seja o nosso Senhor Jesus! Ele deu ordem e se acalmou a tempestade. Ele fez do fim da festa um milagre transformando água em vinho. Ele percebeu que uma mulher o tocou no meio da multidão querendo cura! Ele multiplicou pães e peixes pra alimentar a multidão faminta. Ele andou sobre as águas e chorou quando soube que seu amigo Lázaro estava morto...
Ele era amor, era justiça, era a glória! Mas também era a mais perfeita humildade, dele emanava sabedoria. Enfim Ele era o Verbo vivo, que, pra sentir a nossa dor na sua mais crua carne se fez carne e tornou-se real.
Ele num ato que soa tão insano a muitos deste mundo entregou-se, ofereceu-se em sacrifício naquela cruz maldita, por você!!
Entregou-se numa cruz que era reservada apenas para aqueles que infringiam a lei, a ladrões, a condenados. Naquele tempo era comum essa condenação. Mas Jesus não era comum. Jesus era completamente santo, imaculado e…

Primeiro Jardim

Cai a noite e me lembro de Ti
Vejo as aves no céu e sinto a Paz
As ondas do mar que borbulham refletem Sua majestade.

A natureza expande assim como o seu Reino diariamente
Todo o ser que tem fôlego Te adora para sempre
Fomos criados pelas Suas mãos, conforme a sua imagem estamos vivos.

Quando me assola a fome  Tu me alimentas com o maná toda manhã
Quando estou em perigo Teus braços me protegem
És gentil e educado como um buquê de rosas perfumadas. Eu não sinto espinhos.

Em tempos de decisão com amor guia-me pelas águas tranquilas e mansas
Vem e dança comigo até o tempo da Eternidade me possuindo totalmente
A Tua Palavra levou-me a Verdade, me levando ao meu Pai.

(Poema inspirado em Gênesis 1: 1-3 e João 1:14).