Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2015

Uma sala na Casa de Deus

Eu estava sem rumo e fui atrás de abrigo
A tempestade diminuiu a fé e tremi
Os meus ossos clamam por socorro enquanto me ajoelho pra guerra.


Subi o monte para ver sua face, fiquei firme e ergui um altar
As nuvens encobriam as paredes da casa e no chão o reflexo
Enquanto as janelas eram de cristal puro e as batentes de platina.


O piso de granito e mármore eram cobertos pelo Teu manto
O Teu manto da cor branca mais pura, meus olhos contemplaram
Suas mãos estavam fixamente estendidas e no peito um escudo.


Sua face reluzente e brilhante era quase indecifrável.
Tua gloria encheu a sala e eu fiquei entorpecido pela Presença
Como posso eu Ser simples e mortal, compreender lá do Alto sem a Sabedoria?


Pois sem crer não é possível ditar as maravilhas que no Céu habitam
Lá mora Deus, que em tudo e sobre todos tem poder. Ele é o Criador.
Já eu, daqui contemplo e exalto a Tua Majestade, oh Senhor.