segunda-feira, 15 de julho de 2013

Eu desejo a Paz do Rei

Quando estou em meio da tempestade a Tua mão me guarda
Às vezes só lágrimas caem dos meus olhos e Tua mão a seca .

Ou se meus pés caminharem para o abismo Teu Santo Espírito me lembrará do caminho vivo
Meu coração se lembra de que é meu único Rei e Salvador

Minha alma se aquieta ao som da sua voz
Ela anseia pela volta do seu Amado, pela cura e seu poder.
Toda a Paz está em Tí.
Deito e logo adormeço, porque sei que Teus braços me envolvem
Criador de todo o universo e poderoso guarda de Israel.

Sem controle

Tempestades, trovões, furacões e ventanias me cercam As folhas caem junto com os ponteiros dos relógios Passa tudo tão rápido que não se ...