Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2014

Aquela correnteza

A correnteza tenta me levar pra bem longe da minha dor
E a minha mente vagueia entre este mundo e aquele Outro
Desaprendi a contar as moedas e acumulei dias no cofrinho.


Enquanto eu desenho um amor com as nuvens do Céu, vou sonhando
O relógio e seus ponteiros ruíram bem antes dos próximos seres nascerem
O Agora já é sem importância, porque as fotos coloridas estão sem nenhuma graça .


Com passos lentos acompanho o Horizonte prateado esperando por alguma novidade
Todas as pessoas não olham mais as paisagens na moldura mas suas vidas estão tortas
O amor ao Próximo se dissolve numa briga e as desavenças se mantem acesas como um cigarro.


As folhas caem, as telhas batem, os meses correm anunciando que o Fim está chegando
Então logo virá o Senhor com a espada para Justiça e um cetro para governar as nações
Ele Vem para enxugar dos nossos olhos as lágrimas e dar a todos novos dias de Paz.