Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2013

A Última Espada

Os dias passam mais rápido, nem se pode contar
Aos céus a Terra clama por um que salve
E todos olham para o alto esperando a Redenção.

As notícias não trazem mais alegrias
Há rumores de guerras e pratos sem comida
E sirenes ressoam como a alvorada.

A última batalha é armada, as fontes transbordam de água
Camuflagem e botas dão novo fôlego para lutar
Aguardando a hora que o Grande General voltará.

Ele vai esmagar o inimigo e enxugar toda a lágrima
Irá reerguer os muros da cidade devolvendo a vida
E sobre todo o Tempo reinará com Justiça.

Regresso (Sem Glória)

Os dias passam tão rápido e as estações se confundem
Enquanto eu ando procurando casa, a chuva cai
Vou correr para a casa do meu Pai, me lançarei no altar....

A Ti serei como sacrifício vivo, bem perfeito
Morrerei pras minhas vontades, deixarei os privilégios
E me humilharei diante da Sua face.

Então clamarei a cura pro meu coração quebrado
Que a chuva lave meu rosto dos pecados
Para que meus pés se firmem nos Seus passos.