Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2016

Ossos Quebrados

Com séculos percorridos e manchados com pecados inescrupulosos vivi
À sombra de uma sociedade de espelhos trincados, lágrimas já secas respirei
Pés vacilantes que caminham para um abismo eterno e sem luz.

A voz já rouca não sai da garganta me fazendo engasgar com a saliva
Nas nuvens apenas o prateado dos raios iluminam o pensamento
Até o tempo corre avesso e apressa as rugas de uma vida duvidosa.

Então clamei para que me visse do seu majestoso Trono e me desse perdão
Uma nova vida aspergida pela eternidade do sangue de Cristo, o Cordeiro.
No altar quero imolar desejos e vontades tornando-me oferta agradável a Ti.

Com letras de cânticos celestiais entoarei um novo Louvor
Diante de Ti quebrarei o perfume mais caro de um coração consagrado
E com ossos quebrados dançarei até que me restaure completamente.