Pular para o conteúdo principal

Misericordioso Amor

Eu acordei de uma tormenta
furacões me consumiam
era tudo estranho e sem cor
estava à beira de um naufrágio.

Quase cega e coração quebrado
pés e mãos atados, emoções em turbilhão
e nuvens cinzentas cobriam meu horizonte
tudo parecia rua sem saída...

Mas um dia, sem que eu esperasse
a tormenta se foi e o sol brilhou
meu horizonte se abriu. A Alegria
me encheu o coração de Paz!

E o perdão de Deus, desatou as mãos
curou-me os pés e eu pude ver a Sua Glória
e provar da infinita Misericórdia, que vem do
trono do Pai.

Então cantarei eternos louvores a Deus
que na angústia me ouviu e me Curou
com Bondade, Graça e Amor.

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fenda da Salvação

Infinitas são Tuas misericórdias para com os que Te amam
Porque quando correm os dias em meio à guerra, És refúgio
E sigo clamando até que transforme águas amargas em doces.

Lá no cume do monte pude contemplar a beleza da Tua criação
E eu tão pó, ser simples sem Ti, desfaleço e assim vejo a Glória
Faz-me inabalável, espírito reto escondida na fenda da Salvação.

Que fujam os céus, sequem os mares diante da Tua Magestade
Com Trono em lugar celestial tens a Terra por estrado dos pés
Com a Palavra fizeste o Verbo que se fez vivo e eu pude te Ver.

Poema pra Deus me Ler

Esquadrinhas tudo em mim, tudo sabes da existência
Nada passa despercebido aos Teus Olhos. Nada.
E eu ser tão pequeno clamo mais uma vez sua atenção.

Eu faço de mim mesmo texto para que leia e corrija
Corrija-me com fogo puro e o Sangue mais Vermelho
Endireite essas minhas tortas linhas tão descompassadas.

Torna-me mais alvo como a neve das folhas do Livro da Vida
Faz-me livre e leve pelo caminho da Santidade
A visão da Tua glória e a presença tudo ao redor avivam.

As pessoas correm, encurtam os dias, somem os minutos
Não tem mais utilidade um relógio porque o Fim arrasta
Como um poema novo na placa de Vidro, impressiona a Eternidade.

Novamente Esperança

Na minha angústia clamei ao Deus de todo o Céu pra me socorrer
E Ele como pai amoroso resgatou-me com forte mão e respirei
Pude contemplar a glória e com gratidão dar-lhe um cântico novo.

Meu coração novamente foi cheio de Esperança por um novo dia
Eu voltei a sonhar os sonhos que em mim Ele mesmo plantou
Que a Tua glória encha toda a Terra assim como as águas cobrem o mar

E que ninguém se vá deste mundo sem conhecer a Face do Senhor
Faz de mim ó Deus instrumento da vossa paz e proclamador da Salvação
Dentro e fora de tempo bendirei tuas maravilhas e exaltarei seu Nome.